11 de fev de 2011

Mãe solteira

*



Mãe Solteira

Em carinhosa carta, você afirma que ninguém tem se importado com a sua pessoa, alegando que tal fato talvez se dê pelo motivo de você ser negra e mãe solteira.

Por certo você se esquece de que a misericórdia divina antes mesmo de colocá-la na Terra...

Providenciou o oxigênio para a atmosfera...

Criou as fontes, os rios e os oceanos...

Planejou e colocou o sol como fonte mantenedora da vida...

Plantou os campos vestindo de verde e salpicando de flores a Terra...

Além do mais toda essa imensidão do solo onde você pisa e planta foi criteriosamente calculado para sustentar e alimentar uma grande população, onde você também foi incluída.

E quanto a sua cor, confessamos nossa incapacidade para determinar onde se encontra maior espetáculo de grandeza, se... num dia de claridades solares ou em uma noite repleta de estrelas...

Temos encontrado nos caminhos do mundo, tantos corações que se intitulam bafejados pela chamada sorte, envoltos em luxuosas redomas de cristais, tiritando de frio, causado pelas próprias frivolidades ,enquanto outros, num panorama totalmente diverso, estabelecem tamanha simbiose com outras criaturas, sem que jamais lhes falte o aquecimento amigo, nas trilhas da existência.

Fisicamente a carranca e o sorriso ocupam a mesma área, entretanto, entre ambos há considerável distancia, se considerar-mos as atmosferas a que distintamente se entregaram. Quando nos colocamos em determinada estação do ano, fatalmente conviveremos ao lado daqueles que se demoram nessa mesma estação.

Façamos a nossa escolha, vivamos a eterna primavera !

Sobre a sua condição de mãe solteira, confessamos que temos lamentado muito, não pelas mães solteiras que resolveram assumir com as limitadas forças de dois braços, a tarefa que quatro desempenhariam mais efetivamente, mas, sentimos por aquelas nossas irmãs infelizes que não souberam guardar o resultado de uma noite escura e irracional e abortaram a sublime oportunidade de redenção, que lhes pudesse servir de roteiro amigo, para a estrada da vida e da consciência.
*
Autor:
Espírito José Grosso
*
Psicografia:
Alvaro Basile Portughesi
São Paulo-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Um comentário:

  1. Pois é. Felizes os que podem exergar além dos seus sofrimentos, fazendo dele uma ferramenta para alçar voos mais altos rumo à total redenção pela graça de DEUS e de Jesus Seu Filho, nossa luz.

    ResponderExcluir

SinapsesLinks
Seja bem-vindo!
Muito obrigado por seu comentário.
sinapseslinks@gmail.com