28 de fev de 2011

Bento XVI declarou

*




Bento XVI acredita que internet oferece riscos à população

28 de fevereiro de 2011

Bento XVI declarou nesta segunda-feira que a população corre alguns riscos com o uso da internet, como perda de privacidade e a superficialidade das relações. Ele também expressou o medo de que a opinião mais convincente prevaleça sobre a verdade.

No discurso, dirigido nesta segunda aos participantes da reunião do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais sobre o tema "Linguagem e Comunicação", o papa assinalou que as novas tecnologias não só estão mudando o modo de comunicar, mas também estão propiciando uma vasta transformação cultural.

O Bispo de Roma garantiu que as novas tecnologias estão proporcionando um novo modo de aprender e de pensar, assim como uma nova linguagem.

Bento XVI acrescentou que por isso é necessário, de maneira urgente, uma reflexão sobre as linguagens surgidas a partir das novas tecnologias e que o ponto de partida é a revelação, "que nos testemunha como Deus comunicou suas maravilhas na linguagem e na experiência real dos homens, segundo a cultura de cada época".

"A fé sempre penetra, enriquece, exalta e estimula a cultura e por isso é preciso escutar a linguagem dos homens de nosso tempo para acompanhar a obra de Deus no mundo", manifestou.

O Pontífice acrescentou que a cultura digital abre novos desafios à capacidade da Igreja de falar e de escutar uma nova linguagem que fale da transcendência e lembrou que Jesus no anúncio do Evangelho utilizou os elementos da cultura e do ambiente de seu tempo. Nesta segunda-feira, acrescentou o papa, os cristãos estão chamados a descobrir na cultura digital os símbolos e metáforas que possam ser úteis para falar do Reino de Deus ao homem contemporâneo.

Bento XVI lembrou aos presentes sua mensagem por causa do 45º Dia Mundial das Comunicações Sociais 2011, que será realizada em 5 de junho, no qual ressalta que a internet não pode substituir o contato direto entre as pessoas e que as novas tecnologias precisam estar a serviço do bem da pessoa e da humanidade inteira. Nessa mensagem, o papa pede aos jovens "bom uso" das redes sociais, que estas não sejam um instrumento para reduzir as pessoas a categorias, que tenta manipulá-las emotivamente e que permite aos poderosos monopolizar as opiniões dos demais.
*
Fonte:
http://migre.me/3XMgY
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

SinapsesLinks, muito obrigado!

*

26 de fev de 2011

25 de fev de 2011

24 de fev de 2011

Edilene e Luiz Carlos

*
Por favor,
Click sobre a imagem para ampliá-la.
Grato.
*

Cápsulas da Felicidade

*








Cápsulas da Felicidade

Vivemos procurando medicamentos para o corpo, a fim de aliviar nossas dores físicas. Nada mais natural e é importante que isso se faça.

Afinal, nosso corpo físico é o veículo pelo qual Deus nos concede a oportunidade da vida.

A espiritualidade nos ensina que todas as nossas dores e doenças físicas, são reflexos ou efeitos de desajustes internos. O seja:
Antes de termos algum mal físico se manifestando no corpo, nós os temos previamente instalados na alma!

A proposta da espiritualidade é para que cuidemos do corpo, mas jamais deixemos de lado o tratamento espiritual. A alma é a fonte de nossas venturas ou dores. Depende de sua saúde interna.

Eis porque propomos os medicamentos da “Pharmácia Esperança”.

São mensagens que quando bem administradas e assimiladas, surtem o efeito desejado da verdadeira bem aventurança, ensinada pelo Cristo.

Indicação:
Patologias da alma, tais como: depressão, intolerância, irritação, desânimo, apatia, desesperança, etc.

Propriedades:
Quando administradas corretamente, tem efeito supressor sobre o desenvolvimento das doenças da alma, fazendo com que o paciente seja fortalecido em sua moral, proporcionando uma nova vida com sensação de felicidade indefinível.

Informações úteis ao paciente:
Uma superdosagem não acarretará danos á saúde do paciente.
A experiência clínica mostra, porém que a posologia recomendada de 01 cáps/dia “muito bem digerida”, restituirá sua saúde mental e espiritual em pouco tempo.

Contra Indicação:
Não existe

Bom Tratamento!!

A causa de nossos sofrimentos são os nossos desejos egoístas.
(Buda)

“Seja feita a sua vontade...”.
Você se lembra desta passagem na oração que Jesus nos ensinou, quando reclama de algo da vida?

Previna-se da doença com os recursos encontrados em você mesmo.
O maior restaurador de forças é a consciência reta que serena as emoções. (André Luiz)

Bem aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus. (Jesus)

Por que vês tu, um cisco no olho do teu irmão, e não vês um galho no teu? (Jesus)

Não julgueis, para que não sejais julgado. (Jesus)

Com a medida com que medirdes vosso próximo, vos medirão também a vós. (Jesus)

Se os homens se amassem reciprocamente, a caridade seria melhor
praticada, o nosso mundo seria de Felicidade....
-Você está fazendo a sua parte?

Mesmo tendo razão, não acuses, nem alardeies as faltas alheias.
A rigor, ninguém erra porque quer.

Pedi e dar-se-vos-à; buscai, e acharei; batei, e abrir-se-vos-à. Porque todo que
pede, recebe; e o que busca, acha; e a quem bate, abrir-se-à. (Jesus)

Quem não sabe tolerar, não aprende amar.
Aprendi a viver contente em toda e qualquer ocasião. (Paulo, o apóstolo)

O sorriso é o idioma do Amor Universal...
Até as crianças compreendem!
(Dinamor)

Um coração alegre faz tão bem quanto um remédio! (Provérbio Oriental)

O que ninguém te rouba é o que trazes dentro de ti:
A tua alegria,
A tua fé,
A tua luz.

Ore por aqueles que Deus colocou a nossa frente para que fossem instrumentos de nossa prova da paciência e benevolência!
(Evang. Seg. Espiritismo)

O teu corpo é reflexo do teu espírito.
A situação que vivências é aquela que preparaste.

Todos nós temos desde a criação o germem do amor. Acredite!
Cultive dentro de você essa semente magnífica que transforma a tristeza em FELICIDADE!

Não resuma a Caridade em “dar dinheiro”, Jesus exemplificou na sua plenitude esta tarefa maravilhosa, e não se tem notícias de que possuía uma só moeda.

Nunca tire a Esperança de ninguém, pode ser a última coisa que lhe resta.
E mantenha sempre seu coração cheio dela, para passar a quem esteja precisando.

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. (Chico Xavier)

Colaboração:
Angela Hugo Silva
Botucatu-SP

Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/

Louvado seja Deus!

*

23 de fev de 2011

O Caminho de São Francisco

*

*
























O Caminho de São Francisco

Em O Caminho de São Francisco, o autor apresenta sua experiência como médico e também como orientador de seminários destinados à capacitação de pessoas interessadas em estudar a arte de gerenciar a vida.

A abordagem desenvolve-se numa narrativa didática para favorecer o entendimento da complexa natureza humana, até concluir numa receita capaz de levar o leitor a imunizar-se contra os venenos de qualquer forma de estresse desnecessário.

Para conquistar esta meta, o autor aplica como fundamentos:

- Corpo e mente formam uma unidade inseparável, integrada pelo eixo psico-neuro-endócrino-imunitário.

- Mudanças na mente afetam o corpo e mudanças no corpo afetam a mente, influenciando no estado de saúde ou doença.

- A compreensão desse mecanismo de interação é essencial para quem deseja encontrar a melhor forma de adaptar-se num meio de tantas diversidades e caminhar para um estilo de vida mais saudável.
*

Roteiro

*


Roteiro


No corpo humano, temos na Terra o mais sublime dos santuários e uma das supermaravilhas da obra divina.

A bênção de um corpo, ainda que mutilado ou disforme, na Terra, é como preciosa oportunidade de aperfeiçoamento espiritual, o maior de todos os dons que o nosso planeta pode oferecer.

O corpo é para o homem santuário real de manifestação, obra-prima do trabalho seletivo de todos os reinos em que a vida planetária subdivide.

Os aleijões de nascença e as moléstias indefiníveis constituem transitórios resultados dos prejuízos que, individualmente, causamos à corrente harmoniosa da evolução.

A energia mental é o fermento vivo que improvisa, altera, constringe, alarga, assimila, desassimila, integra, pulveriza ou recompõe a matéria em todas as dimensões.

Por isso mesmo, somos o que decidimos, possuímos o que desejamos, estamos onde preferimos e encontramos a vitória, a derrota ou a estagnação, conforme imaginamos.

Os acontecimentos obedecem às nossas intenções e provocações manifestas ou ocultas.

Encontraremos o que merecemos, porque merecemos o que buscamos.

A existência, pois, para nós, em qualquer parte, será invariavelmente segundo pensamos.

A mente é manancial vivo de energias criadoras.

O pensamento é substância, coisa mensurável.

Encarnados e desencarnados povoam o planeta, na condição de habitantes dum imenso palácio de vários andares, em posições diversas, produzindo pensamentos múltiplos que se combinam, que se repelem ou que se neutralizam.

O idealismo operante, a fé construtiva, o sonho que age, são pilares de todas as realizações.

Quem mais pensa, dando corpo ao que idealiza, mas apto se faz à recepção das correntes mentais invisíveis, nas obras do bem ou do mal.

O Homem permanece envolto em largo oceano de pensamentos, nutrindo-se de substância mental em grande proporção.

Toda criatura absorve, sem perceber, a influência alheia nos recursos imponderáveis que lhe equilibram a existência.

Em forma de impulsos e estímulos, a alma recolhe, nos pensamentos que atrai, as forças de sustentação que lhe garantem as tarefas no lugar em que se coloca.

Nossa inspiração está filiada ao conjunto dos que sentem como nós, tanto quanto a fonte está comandada pela nascente.

Somos obsidiados por amigos desencarnados ou não e auxiliados por benfeitores, em qualquer plano da vida, de conformidade com a nossa condição mental.

Precisamos compreender – repetimos – que os nossos pensamentos são forças, imagens, coisas e criações visíveis e tangíveis no campo espiritual.

Atraímos companheiros e recursos, de conformidade com a natureza de nossas idéias, aspirações, invocações e apelos.

Cada criatura recebe de acordo com aquilo que dá.

Cada alma vive no clima espiritual que elegeu, procurando o tipo de experiência em que situa a própria felicidade.

Estejamos, assim, convictos de que os nossos companheiros na Terra ou no Além são aqueles que escolhemos com as nossas solicitações interiores, mesmo porque, segundo antigo ensinamento evangélico, “teremos nosso tesouro onde colocarmos o coração”.
*
Texto:
Frases extraídas da obra: Emmanuel (Espírito). Roteiro, [ditada] pelo espírito de Emmanuel, psicografada por Francisco Cândido Xavier. Rio de Janeiro: FEB, 1952.
*
Foto:
http://www.fotografia-przyrodnicza.art.pl/galeria.php.
*
Produção:
Gilmar da Cunha Trivelato.
e-mail: gilmar.trivelato@gmail.com
Belo Horizonte, 7 de agosto de 2010.
*
Visite a página
http://www.febnet.org.br/site/
*
Colaboração:
Marlise C. O. Goncalves
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*
Mensagem em PDF: Click aqui.
*

22 de fev de 2011

TOQUE DE SILÊNCIO

*


TOQUE DE SILÊNCIO

*TOQUE DE SILÊNCIO, COM ACOMPANHAMENTO DE ORQUESTRA SINFÔNICA DE ANDRÉ RIEU*

Talento é talento. Ela tem apenas 14 anos.
Ao que se sabe, o pistom exige uma força torácica razoável para ser tocado.
Veja esta música executada na íntegra, interpretada pelo pistom de uma frágil menina, que arrancaria aplausos de Miles Davis e Louis Armstrong.

O Toque do Silêncio é universal nas Forças Armadas de quase todo o mundo. No chamado o "Toque do Silêncio" ou "Toque de Recolher", porque é soado todos os dias às 22h:00 e seu sinal é dado por esta música, executada em pequena parte por um trompetista. Também é tocado em funerais dos militares, quando o falecimento ocorre, no exercício da função. Poucos a conhecem e é lindo ouví-lo, quando executado por uma criança de 14 anos, acompanhada de uma sinfônica, e depois aplaudida de pé pela plateia e pelos músicos que a acompanharam. É de emocionar qualquer um!
*
Faça o download do vídeo. Click aqui.
*
Colaboração:
Iolanda Carneiro
Botucatu-SP
*

21 de fev de 2011

Centros Espíritas de Pindamonhangaba

*
Por favor,
Click sobre a imagem para ampliá-la.
Grato.
*




Centros Espíritas de Pindamonhangaba

Amigo visitante, por favor, havendo qualquer dúvida, escreva-me.
Fraternalmente,
Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
sinapseslinks@gmail.com
*

Helena Machado Ramalho 1aninho

*
Por favor,
Click sobre a imagem para ampliá-la.
*




***
*
Oi Gente!

Lembra de quando eu nasci?
Veja no link. Click aqui.
*

Isabel Guerra

*


Isabel Guerra

Isabel Guerra é a monja pintora que de dois a três anos deixa a clausura do monastério de Santa Lúcia, Zaragoza, para expor, em Madri, as suas telas. Sua vocação é nata. foi uma criança rebelde que queria PINTAR E AMAR A DEUS. Autodidata, tem um belíssimo estilo hiperrealista.

Faça o download, click aqui.

Dê sua opinião, ficarei feliz!
Fraternalmente,
Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
sinapseslinks@gmail.com
*
Colaboração:
Mário Leal Filho
São Paulo-SP
*

20 de fev de 2011

SinapsesLinks - lindos números

*


SinapsesLinks - lindos números

Muito obrigado pela sua importante visita!
Sua presença é um estímulo para que o trabalho seja feito.
Seja Abençoado!
Fraternalmente,
Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
*

Nosso Lar - no iPad

*


Livro Nosso Lar - no iPad

Mais uma conquista do Espiritismo!
Conheça os detalhes.
Click aqui.
*
Colaboração:
Douglas Camargo Leal
São Paulo-SP
*
Fraternalmente,
Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
*

Acervo da Folha de São Paulo

*



Acervo da Folha de São Paulo

Amigos da Folha, Parabéns!
Noventa anos de existência tem um significado muito especial.
Viva aos empreendedores!
Viva o Brasil, pelos benefícios auferidos!
Viva a democracia!
Por favor, continuem!!!
*
Consulte o acervo da Folha. Click aqui.
*
Fraternalmente,
Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
*

19 de fev de 2011

Amizade

*



Amizade

Dedico aos amigos e amigas visitantes esta linda mensagem em PPT.
Você é uma Estrela no meu Céu!
Click aqui para download.
Muito obrigado.
Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
sinapseslinks@gmail.com
*

Voltaire

*




Voltaire
François-Marie Arouet
(1694-1778)


Voltaire defendia o direito de todo homem expressar livremente suas opiniões e crenças. “Tratado sobre a Tolerância" foi escrito há quase 250 anos, mas você vai perceber que ele ainda é atual.

O célebre “Tratado sobre a Tolerância’’ de Voltaire 1763

“Não é mais aos homens que me dirijo. É à você, Deus de todos os seres, de todos os mundos e de todos os tempos: Que os erros agarrados à nossa natureza não sejam motivo de nossas calamidades.

Você não nos deu coração para nos odiarmos nem mãos para nos enforcarmos. Faça com que nos ajudemos mutuamente a suportar o fardo de uma vida penosa e passageira.

Que as pequenas diferenças entre as vestimentas que cobrem nossos corpos, entre nossos costumes ridículos, entre nossas leis imperfeitas e nossas opiniões insensatas não sejam sinais de ódio e perseguição.

Que aqueles que acedem velas em pleno dia para Te celebrar, suportem os que se contentam com a luz do sol.

Que os que cobrem suas roupas com um manto branco para dizer que é preciso Te amar, não detestem os que dizem a mesma coisa sob um manto negro.

Que aqueles que dominam uma pequena parte desse mundo, e que possuem algum dinheiro, desfrutem sem orgulho do que chamam poder e riqueza e que os outros não os vejam com inveja, mesmo porque, Você sabe que não há nessas vaidades nem o que invejar nem do que se orgulhar.

Que eles tenham horror à tirania exercida sobre as almas, como também execrem os que exploram a força do trabalho. Se os flagelos da guerra são inevitáveis, não nos violentemos em nome da paz.

Que possam todos os homens se lembrar que são irmãos!’’

Frases de Voltaire

“A primeira lei da natureza é a tolerância, já que temos todos uma porção de erros e fraquezas.’’

“Pense por si mesmo e dê às outras pessoas o direito de fazer o mesmo.’’

“Eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo.”

“A ignorância afirma ou nega veementemente; a ciência duvida.’’

“Julgue-se um homem mais pelas suas perguntas do que pelas suas respostas.”

Voltaire era o pseudônimo de François-Marie Arouet. Ele foi ensaísta, escritor e filósofo iluminista. Suas idéias tiveram influência nos processos da Revolução Francesa e da Independência dos Estados Unidos. Nasceu em Paris, em 21 de novembro de 1694 e lá morreu, em 30 de novembro de 1778.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Click aqui para obter o PDF
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

18 de fev de 2011

William Shakespeare

*



























Eu Aprendi...


Eu aprendi...
....que ter uma criança adormecida nos braços é um dos momentos mais pacíficos do mundo ;

Eu aprendi...
...que ser gentil é mais importante do que estar certo;

Eu aprendi...
...que eu sempre posso fazer uma prece por alguém quando não tenho a força para ajudá-lo de alguma outra forma;

Eu aprendi...
....que não importa quanta seriedade a vida exija de você, cada um de nós precisa de um amigo brincalhão para se divertir juntos;

Eu aprendi...
....que algumas vezes tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender;

Eu aprendi...
...que os passeios simples com meu pai em volta do quarteirão nas noites de verão quando eu era criança fizeram maravilhas para mim quando me tornei adulto;

Eu aprendi...
...que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos;

Eu aprendi...
...que dinheiro não compra "classe";

Eu aprendi...
...que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular;

Eu aprendi...
...que debaixo da "casca grossa" existe uma pessoa que deseja ser apreciada, compreendida e amada;

Eu aprendi...
...que Deus não fez tudo num só dia; o que me faz pensar que eu possa?

Eu aprendi...
...que ignorar os fatos não os altera;

Eu aprendi...
...que quando você planeja se nivelarcom alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;

Eu aprendi...
...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi...
...que a maneira mais fácil para eu crescer como pessoa é me cercar de gente mais inteligente do que eu;

Eu aprendi...
...que cada pessoa que a gente conhece deve ser saudada com um sorriso;

Eu aprendi...
...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;

Eu aprendi...
...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi...
...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.

Eu aprendi...
...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;

Eu aprendi...
...que devemos sempre ter palavras doces e gentis pois amanhã talvez tenhamos que engoli-las;

Eu aprendi...
...que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência;

Eu aprendi...
...que não posso escolher como me sinto,
mas posso escolher o que fazer a respeito;

Eu aprendi...
...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;

Eu aprendi...
...que só se deve dar conselho em duas ocasiões: quando é pedido ou quando é caso de vida ou morte;

Eu aprendi...
...que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.

William Shakespeare
*

16 de fev de 2011

Logotipo da Seara Bendita

*
Por favor,
Click sobre a imagem para ampliá-la.
Muito obrigado.
*



Logotipo da Seara Bendita

Alegria, Alegria e Alegria!

Estivemos na Seara Bendita Instituição Espírita no dia 14fev2011.
Eu e a Christina, minha esposa.

Quanta Alegria por ter sido recebido pelos Amigos de longa data:
Walter Marchesano, Ricardo Santo Vito, e Rosane Muniz.

O motivo da reunião foi o Livro dos 60 anos da Seara Bendita a ser lançado em outubro de 2011.

A Seara está convidando a todos quanto tenham "uma história" para contar sobre os dias idos.

Tive a honra de ser convidado para contar os ocorridos entre meados de 1980 até o ano de 2000, após, saí de São Paulo, mudando-me para o interior.

Levei à Seara e entreguei ao presidente, sr. Walter Marchesano, uma série de documentos, de então, nos quais estão registrados alguns do meus trabalhos realizados para a Seara.

Conheça os trabalhos:

✦ O Logotipo da Instituição.
Pesquisei, num livro, mais de dez mil símbolos, para finalmente criar o específico da Seara;

✦ A implantação do uso de computadores em todos os departamentos. A rede interna atendia à todas as áreas de então.

✦ Desenvolvi os Aplicativos (software), integrados entre si, para o controle de:
❖ Cadastro de pessoas;
❖ Cadastro de alunos;
❖ Controle da presença de alunos;
❖ Cadastro de livros;
❖ Controle das vendas de livros (POS);
❖ Controle de estoque dos livros;
❖ Estatísticas diversas.

Amigo leitor, aprendi muito durante este período de grandes desafios.

Hoje, tenho a Alegria de ter ganhado muitos amigos: encarnados e desencarnados, e, de ter aprendido muito sobre as necessidades de gestão da Casa Espírita.

Olhando para o passado, percebo que foi uma pequena parcela, na verdade, uma gotinha o quanto ali produzi, e, sempre com o apoio de muitos, mas, hoje, visitando a Seara Bendita, e vendo que o quadro de alunos inscritos é de 6.400 alunos, meu Coração, Exulta!

Deixo de citar os nomes das pessoas que me ajudaram de uma forma ou de outra, são centenas. Qualquer relação de nomes que eu faça será parcial, então, não posso incorrer no erro da omissão. Oi Deuzinha! (Deusa Samu), você está na lista do Coração! Oi Renato! (Renato Ourique de Carvalho 1918-2001) Mestre, muito obrigado! Oi Bia! (Beatriz Bergamo) amoroso Coração!!!

Agradeço à todas aquelas pessoas e em particular ao Plano Espiritual Superior, por me haverem concedido esta feliz, muito feliz oportunidade.

Muito obrigado!
Minha vaidade falou mais alto!
Não resisti, publiquei!
Amorosa e respeitosamente,

Leal - aprendiz em todas as instâncias da Vida
Eudison de Paula Leal -70-
Pindamonhangaba-SP
sinapseslinks@gmail.com
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

12 de fev de 2011

Universidades no Mundo

*
Por favor,
Click sobre a imagem para ampliá-la.
*

11 de fev de 2011

Mãe solteira

*



Mãe Solteira

Em carinhosa carta, você afirma que ninguém tem se importado com a sua pessoa, alegando que tal fato talvez se dê pelo motivo de você ser negra e mãe solteira.

Por certo você se esquece de que a misericórdia divina antes mesmo de colocá-la na Terra...

Providenciou o oxigênio para a atmosfera...

Criou as fontes, os rios e os oceanos...

Planejou e colocou o sol como fonte mantenedora da vida...

Plantou os campos vestindo de verde e salpicando de flores a Terra...

Além do mais toda essa imensidão do solo onde você pisa e planta foi criteriosamente calculado para sustentar e alimentar uma grande população, onde você também foi incluída.

E quanto a sua cor, confessamos nossa incapacidade para determinar onde se encontra maior espetáculo de grandeza, se... num dia de claridades solares ou em uma noite repleta de estrelas...

Temos encontrado nos caminhos do mundo, tantos corações que se intitulam bafejados pela chamada sorte, envoltos em luxuosas redomas de cristais, tiritando de frio, causado pelas próprias frivolidades ,enquanto outros, num panorama totalmente diverso, estabelecem tamanha simbiose com outras criaturas, sem que jamais lhes falte o aquecimento amigo, nas trilhas da existência.

Fisicamente a carranca e o sorriso ocupam a mesma área, entretanto, entre ambos há considerável distancia, se considerar-mos as atmosferas a que distintamente se entregaram. Quando nos colocamos em determinada estação do ano, fatalmente conviveremos ao lado daqueles que se demoram nessa mesma estação.

Façamos a nossa escolha, vivamos a eterna primavera !

Sobre a sua condição de mãe solteira, confessamos que temos lamentado muito, não pelas mães solteiras que resolveram assumir com as limitadas forças de dois braços, a tarefa que quatro desempenhariam mais efetivamente, mas, sentimos por aquelas nossas irmãs infelizes que não souberam guardar o resultado de uma noite escura e irracional e abortaram a sublime oportunidade de redenção, que lhes pudesse servir de roteiro amigo, para a estrada da vida e da consciência.
*
Autor:
Espírito José Grosso
*
Psicografia:
Alvaro Basile Portughesi
São Paulo-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

SinapsesLinks

*

Palestra do Bonani

*

10 de fev de 2011

8 de fev de 2011

Rir é o melhor remédio

*

Rir é o melhor remédio

Se a depressão e a tristeza afetam o organismo, me parece razoável que o riso possa atuar a seu favor

OUTRO DIA, li na revista americana "New Yorker" um artigo sobre o "guru do riso" que anda atraindo milhões de pessoas. Não, não se trata de um comediante famoso, e sim de Madan Kataria, médico indiano de Mumbai que desenvolveu técnicas para induzir o riso nas pessoas.

Segundo Kataria, o riso faz bem, tanto à saúde física quanto à psicológica. Seu movimento vem se espalhando pelo mundo e atrai muitas celebridades. Recentemente, Kataria apareceu no palco dos estúdios da Sony Pictures, em Los Angeles, ao lado da atriz Goldie Hawn.

Quem entender um pouquinho de inglês pode ver vídeos do médico em ação em laughteryoga.org. Eu assisti e ri muito. Existe algo de contagioso no riso, mesmo quando começa forçado. E logo deixa de ser.

Será que o riso pode melhorar sua saúde? Quem não acredita que rir só faz bem (quando não é malicioso, claro)? Se não gostássemos de rir, comédias não existiriam. Arthur Koestler, em seu livro "O Ato da Criação", argumenta que humor e criatividade têm muito em comum.

Numa boa piada, existe uma ruptura lógica, um ponto em que a narrativa toma um rumo inesperado. É aí que rimos. Todo mundo sabe que piada explicada não é engraçada.

Koestler diz que esse ponto de ruptura surge na criação, quando uma visão nova e inesperada surge dos recessos do inconsciente. Sabemos muito pouco sobre criatividade e riso. As ideias de Koestler deveriam ser mais exploradas.

Vários estudos vêm tentando quantificar os benefícios médicos do riso. Se a depressão e a tristeza podem afetar negativamente o sistema imunológico, parece razoável que o riso possa ajudá-lo. Porém, de modo geral, os resultados desses estudos são contraditórios. Alguns dizem que o riso é mesmo bom para a saúde. Outros, que não faz diferença.

Talvez os resultados ambíguos venham do tamanho relativamente pequeno dos estudos, ou porque em alguns deles o riso é induzido a partir de comédias na TV, como "O Gordo e o Magro" e "Abbot & Costello".

O assunto é fascinante o suficiente para merecer estudos mais detalhados. Qual a diferença entre o riso dos humanos e o dos gorilas, que riem quando sentem cócegas? Será que rir de uma piada pode ser usado como teste de inteligência em computadores? Semana passada perguntei se máquinas podem se apaixonar. Será que podem rir? Ou melhor, ter senso de humor?

Robert Provine, neurocientista da Universidade de Maryland que realizou estudos baseados na observação de pessoas em situações sociais, escreveu: "A melhoria da saúde a partir do riso permanece uma meta inatingida, mesmo que extremamente desejável e viável". Existem muitos tipos de riso, alguns relacionados com a comunicação entre dois ou mais humanos, outros fisiológicos, quando sentimos cócegas.

Quando falei no assunto com leitores aqui nos EUA, recebi várias mensagens, algumas de pessoas com câncer, relatando como o bom humor faz com que se sintam melhor. Sei que quando olho para a minha estátua do "Buda Sorridente", me sinto bem. Talvez o nível de meus hormônios relacionados com o estresse decresçam um pouco. Mesmo que a ciência permaneça inconclusiva, vou tentar alguns exercícios de Kataria.

Afinal, fora uma câimbra na barriga, mal não vai fazer.

MARCELO GLEISER é professor de física teórica no Dartmouth College, em Hanover (EUA), e autor do livro "Criação Imperfeita"
*
Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe0602201103.htm
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Ponto Com e Ponto Net

*

Maiores Museus do Mundo

*

Google põe acervo dos maiores museus do mundo na web

Projeto digitaliza galerias de 17 instituições de arte e torna pinturas mais acessíveis

JULIANA VAZ
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Está bem guardada na National Gallery de Londres a tela "Os Embaixadores" (1533), de Hans Holbein, o Jovem. Mas não é mais preciso tomar um avião à Inglaterra para vê-la em detalhes.

Desde a semana passada, um novo site (www.googleartproject.com) do Google disponibiliza imagens em altíssima resolução dessa e de outras obras dos principais museus do mundo.

O projeto, denominado Google Art Project, foi lançado com cerimônia na Tate, uma das 17 galerias participantes, e se assemelha ao Google Street View.

O visitante pode navegar pelos corredores virtuais, "passear" pelas salas, aproximar as pinturas e saber mais sobre elas. A qualidade hiperreal das mais de mil reproduções impressiona, deixa identificar minúcias nas pinceladas, marcas da ação do tempo sobre a matéria.

Mas nem todas as salas estão lá, e muito menos, todas as obras. A parceria com as megainstituições se deu de tal modo que cada museu escolheu exatamente o que de seu acervo mostrar.

Entre as galerias participantes estão, até agora, quatro americanas (MoMA, Metropolitan, Frick Collection e Freer Gallery of Art), duas britânicas (National Gallery e Tate), uma tcheca (Kampa), as berlinenses Alte Nationalgalerie e Gemäldegalerie, as espanholas Reina Sofía e Thyssen-Bornemisza, a italiana Uffizi, o Palácio de Versalhes, duas holandesas (Rijksmuseum e Van Gogh) e duas russas (Museu Hermitage e Tretyakov).
*
Visite o Google: Click aqui
*
Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0702201112.htm
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

7 de fev de 2011

Atitudes de Urgência

*




Atitudes de urgência


Emmanuel
Francisco Cândido Xavier

Em favor da paz em ti e em torno de ti, não te esqueças das atitudes de urgência.

Cultiva a fé em Deus, para que não te falte a tranquilidade de espírito.

Age sempre, buscando servir.

Lembra-te de que outros farão a ti o que fizeres aos outros e com os outros.

Espalha o bem que puderes, onde puderes e quanto puderes.

Não cobres tributos de gratidão.

Evita o ressentimento, para que o ódio não se te faça veneno na vida e no coração.

Esqueça as ofensas, incondicionalmente, na certeza de que as agressões pertencem aos agressores.

Se erraste, apressa-te a corrigir-te.

Cumpre o dever a que te empenhaste.
Não descarregues em ombros alheios as obrigações que te competem.

Não acredites em facilidades sem preço.

Nos instantes de crise, não te suponhas a única pessoa em provação sobre a Terra, para que a tua dor não se converta em perturbação.

Nessas diretrizes, seguiremos tranquilos, estrada adiante, e, conquanto as imperfeições de que ainda sejamos portadores, estaremos, com a Bênção de Deus, na condição de obreiros da paz.

Texto:
Xavier, Francisco C. Atitudes de urgência (parcial). Urgência, [ditado] pelo espírito de Emmanuel. São Bernardo do Campo, SP: GEEM – Grupo Espírita Emmanuel, 2009.
*
Produção:
Gilmar da Cunha Trivelato
e-mail: gilmar.trivelato@gmail.com
31/01/2011.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

6 de fev de 2011

Marila Borges Kerr

*

Marila Borges Kerr
(1921-2011)


Menina que trocou cartas com Monteiro Lobato

ESTÊVÃO BERTONI
DE SÃO PAULO

Com Stila e Mário, Marila Borges Kerr formava "Os Três Borgesinhos". Eram três irmãos leitores de Monteiro Lobato que, ainda crianças, corresponderam-se com o escritor e acabaram citados no livro "O Picapau Amarelo".

Quem escrevia as cartas era Marila, a mais velha dos três. Na primeira, enviada em 1932, pouco antes de fazer 11 anos, ela contou ao autor ter passado as férias no sítio da tia lendo com os irmãos as aventuras de Narizinho.

Mandou junto uma foto deles, que incluía a quarta irmã, Yedda, então com cinco anos e "que apenas ouve ler os seus livros, porque ainda não o sabe fazer", como ela mesma relatou ao escritor.

Marila revelou que estudava piano e concluiu pedindo que o autor continuasse a escrever sobre o Picapau Amarelo e seus personagens.

Graças à iniciativa, ela foi citada no livro e recebeu, além de cartas, um telefonema de Lobato. Na obra, ele fala de outras crianças reais, como se elas tivessem ido ao sítio do Picapau Amarelo.

Marila fez filhos e netos gostarem dos livros, e teria feito o mesmo com a próxima geração, se tivesse tempo.

Aos 11, ela tocou piano na rádio Educadora. Deu aulas de música no Seminário Presbiteriano Independente e compôs hinos religiosos. Gostava de escrever e participou de concursos literários.

Bem-humorada, era do tipo que levava os filhos para brincar na chuva, no quintal.

Há alguns anos, teve problemas cardíacos. Viúva desde 2000, morreu anteontem, aos 89, de complicações de saúde. Teve três filhos, oito netos e uma bisneta. Agora, dos três, só Stila está viva.

JFSP 05FEV2011C4
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0502201114.htm
coluna.obituario@uol.com.br
*
Nota do Leal:
Tivemos a felicidade de ter D. Marila no rol dos nossos amigos da Família.
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

SinapsesLinks

*

5 de fev de 2011

Suicídio e Loucura

*




Suicídio e Loucura (*)

Era jovem professor e já me atrevia a fazer algumas palestras.

Como dominava o conteúdo das doenças infecciosas, pois já tinha feito pós-graduação, procurava falar sobre esses assuntos.

Houve um período em que a Hanseníase ganhou o seu lugar e no movimento espírita do Rio discutia-se “doenças kármicas”.

Um pequeno texto, que enviei para o jornal O Globo, acabou virando editorial de uma revista de Patologia Clínica. Fez até parte do pronunciamento do Deputado Elias Murad. PTB-MG, Assembléia Nacional Constituinte na Câmara.(1)

Esses acontecimentos nos envernizaram o ego, que já brilhava intensamente após o doutorado. Como somos tolos!

Pensamos que sabemos tudo, até de mediunidade, e ficamos perplexos diante de situações inusitadas.

Foi assim que me senti, quase no final da palestra, após ter combatido o estigma da lepra e afirmado com veemência que “Hanseníase Tem Cura”.

A senhora que estava sentada na primeira fila, mediunidade bem trabalhada, não conseguiu resistir ao espírito e através da comunicação oral, em choro convulsivo, ele exclamou: “Eu não sabia que hanseníase tinha cura, foi por isso que me suicidei!

Aquela cena não me saiu mais da retina. Hoje volto ao tema inspirado pelas revelações de Yvonne Pereira no Terceiro Congresso Espírita Brasileiro, abril de 2010.

Quando abrimos O Evangelho Segundo o Espiritismo (ESE) e estudamos “O Suicídio e a Loucura” vemos que o preservativo da razão é a serenidade e que as idéias materialistas (venenos) são excitantes ao suicídio.(*)

É por isso que “não estou nem aí” para os que acham que fundar um Núcleo Espírita Universitário foi uma idéia elitista. “Os Homens de ciência devem se apoiar na autoridade do seu saber para procurar provar aos seus ouvintes, ou aos seus leitores, que eles têm tudo a esperar depois da morte, no novo estilo de vida.”

Coloquei aspas porque fiz interpretação livre do item 16, do capítulo V, do ESE.
O item 20, do mesmo capítulo, fala do “dever do espírita de participar da vulgarização (divulgação) do Espiritismo, a luz sagrada que já começou a realização da regeneração do próprio divulgador.”

Yvonne Pereira nos fala do aumento do número de suicidas.

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro tem esse “espinho na carne”. No Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, 10 de setembro do ano passado organizou Seminário (2), que nós espíritas divulgamos.

Naquela palestra, o suicida pode expressar toda a sua dor e decepção.

Ficamos de sai justa no primeiro momento, fomos apanhados de surpresa, No entanto, a platéia emocionada e em silêncio colaborou no “pronto socorro” que a direção da Casa lhe proporcionou.

Quantos por ignorância não estão chegando desta maneira aos cuidados de Yvonne?

Que possamos cumprir o “dever de participar na vulgarização do Espiritismo.” Foi por isso que escrevi para determinada população-alvo o artigo: “Entendendo a Dor (e a Reencarnação), com Finalidade Pedagógica. Vai e não peques mais” (3).

(*)
http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/es/es-05.html#es5a6
(1)
http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/col49.44.htm
(2)
http://espirinet.blogspot.com/2010/08/seminario-sobre-prevencao-do-suicidio.html
(3)
http://temporecord.wordpress.com/2010/01/09/vai-e-nao-peques-mais/
*
Autor:
Dr. Luiz Carlos Formiga
Rio de Janeiro-RJ
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*
Faça o download do arquivo em PDF. Click aqui
*

Saudade

*




Saudade...


Um dia a maioria de nós irá se separar.

Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos.

Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia,  das vésperas de finais de semana, de finais de ano. 
Enfim... do companheirismo vivido.

Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida. Talvez continuemos a nos encontrar. Quem sabe, nos e-mails trocados...

Podemos nos telefonar, conversar algumas bobagens...
Passarão dias, meses, anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro.
Vamos nos perder no tempo...

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?
Diremos que eram nossos amigos.
E isso vai doer tanto...

A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...

Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo.

Entre lágrimas, nos abraçaremos. 
Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante.

Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida isolada do passado.
E nos perderemos no tempo mais uma vez.

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixe que a vida passe em branco e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

“Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos.”

Vinícius de Moraes
*
Colaboração:
Rômulo Nunes
Manaus-AM
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

4 de fev de 2011

A Mediunidade e a Psicanálise

*






















A Mediunidade e a Psicanálise


Há quase um século se estuda os fenômenos orgânicos e psíquicos da mediunidade. No Brasil um dos mais importantes estudiosos nesta área é o neuropsiquiatra Sérgio Felipe de Oliveira, mestrado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor da Clínica Pineal Mind de São Paulo.

Nesta entrevista para a revista “Saúde e Espiritualidade” (“Health and Spirituality”), Dr. Sérgio nos conta um pouco de seus estudos e investigações sobre a glândula pineal e a mediunidade.

A Ciência reconhece o tema da “mediunidade”?
O Código Internacional de Enfermidades (CID) N°10 (F44.3) de certa forma o reconhece; do mesmo modo que o tratado de Psiquiatria de Kaplane e Sadock, no capítulo sobre as teorias da Personalidade, quando se refere ao estado de transe e de possessão pelos espíritos. Carl Gustav Jung, fez um estudo com uma médium possuída por espíritos. Enfim, já é uma abertura para discutir o tema do ponto de vista científico.

No seu curso, como o senhor orienta as pessoas para o estudo da mediunidade?
De início, é necessário apresentar os conceitos de Universos Paralelos e a Teoria das Superquedas, porque essas hipóteses científicas buscam a unificação de todas as forças físicas conhecidas e pressupõem a existência de 11 dimensões, coincidindo com a revelação espírita sobre os diversos planos da vida espiritual. Temos que estudar também outros temas científicos importantes, tal como a Física Quântica, apresentada por Einstein e desenvolvida por Paul Dirac, assim como o teorema de Gödel. Precisamos discutir um pouco sobre os tipos de matéria que participam da construção dos corpos sutis do espírito, além de estudar a dinâmica da Psicologia Transpessoal. Assim podemos entender melhor como se pruduz a comunicação entre os espíritos, sejam esses encarnados ou desencarnados.

Que seria realmente a mediunidade?
A mediunidade é uma faculdade da percepção sensorial. Como qualquer faculdade deste tipo, para ser exercida, a mediunidade necessita de um órgão que capte e o outro que interprete. A nossa hipótese é que a glândula pineal é um órgão sensorial da mediunidade, como um telefone celular, que capta as ondas do aspecto eletromagnético, que vêm da dimensão espiritual, e o lóbulo frontal faz o juízo crítico da mensagem, auxiliado pelas demais áreas encefálicas.

Mas a glândula pineal não se calcifica depois dos 10 anos de idade?
De fato, ocorre o processo bio-mineral da glândula e ela se calcifica. Em minha tese de doutorado da USP, investiguei os cristais da glândula pineal mediante a difração dos raios X.
Eu usei também a tomografia computadorizada e a resonância magnética. Tive a oportunidade de observar nos cristais uma micro circulação sangüínea que os mantinha metabolicamente ativos e vivos.
Acredito que sejam estruturas diamagnéticas que repelem ligeiramente o campo magnético, cujas ondas se deixam ser recocheteadas de um cristal a outro. Isso é como um seqüestro dos campos magnéticos pela glândula. Quanto mais cristais uma pessoa tem, mais possibilidades terá de captar as ondas eletromagnéticas. Os Médiums ostensivos têm mais cristais.

Quais são os sintomas da mediunidade?
Variam dependendo do tipo da mediunidade. Nos fenômenos espíritas, como é o caso da psicofonia, da psicografia, da possessão, etc, há captação pelos cristais da glândula pineal e sua ativação adenergética, quero dizer que pode ocorrer ataque cardíaco, aumento do fluxo renal, circulação periférica diminuída, etc. Nos fenômenos psíquicos, em que a alma do encarnado se afasta do corpo, como em estado de desdobramento, os sintomas são outros: podemos ter distúrbios de sono, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes, angústia, fobia, etc. Encaixam-se aqui também os fenômenos de cura e ectoplasma. Nos psíquicos, ocorrem mais fenômenos colienergéticos: expansão das atividades do aparelho digestivo, diminuição da pressão arterial, etc.

Quer dizer que a mediunidade não se manifesta sempre como fenômeno paranormal?
Correto. Uma boa parte das vezes, se expressa mediante alterações do comportamento psicobiológico. A explicação é a seguinte: a glândula pineal, um órgão sensorial, capta as ondas magnéticas dos universos paralelos; a percepção seria enviada ao lóbulo frontal que a interpretaria. Para isso é necessário se ter um certo treino e, antes de mais nada, a transcendência, do contrário não há desenvolvimento nessa área.

E no caso de a pessoa não conseguir essa trascendência?
Nesse caso as ondas magnéticas vão influir diretamente sobre as áreas do hipotálamo e as estruturas ao seu redor, sem passar pelo juízo crítico do lóbulo frontal e sem receber seu comando. Conseqüentemente a pessoa perde o controle do comportamento psicobiológico e orgânico. É o que acontece em muitos casos de obesidade, quando a pessoa come sem fome ou nos casos de dificuldades nas relações sexuais.
Se o efeito se produz na área da agressividade, haverá talvez um aumento da auto-agressividade (desencadeando depressão e fobia) ou da hetero-agressividade (com violência contra outras pessoas). Se o sistema reticular ascendente é ativado (esse sistema é responsavel pelos estados de sono e vigilia) podem ocorrer distúrbios nessa área. Nos casos citados ocorrem sintomas sem desenvolvimento da mediunidade, com alterações hormonais, psiquiátricas ou orgânicas. Se não há o controle do lóbulo frontal, as áreas mais primitivas predominam. A pessoa não usa a capacidade de transcendência. Essas são hipóteses que acumulei durante as investigações e nos casos clínicos.

Se um paciente lhe perguntasse se o seu problema é espiritual ou orgânico, qual seria a sua resposta?
Não existe uma coisa separada da outra. Eu parto da hipótese de que a pessoa é um espírito. Por isso a influência espiritual tem repercursão biológica e os comportamentos psico-orgânicos têm influência sobre o espírito.

Qual e o caminho para a integração da ciência e da espiritualidade?
O cérebro está, como um embrião, ligado ao coração. Não existe raciocínio sem emoção. Somente a capacidade de amar constrói a verdadeira identidade das pessoas. Somente após a união definitiva entre a Ciência e a Espiritualidade, a humanidade poderá encontrar a paz e o amor.
*
O entrevistado, Sérgio Felipe de Oliveira, é neuropsiquiatra com mestrado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor da Clínica Pineal Mind de São Paulo.
*
Colaboração:
Iolanda Carneiro
Botucatu-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*
Faça o download em PDF. Click aqui
*