16 de jun de 2010

Portal das Escolhas

*



























PORTAL DAS ESCOLHAS


Estamos ligados a tudo no Universo; tudo flui através de nós e para nós.

Nossas energias, nossos pensamentos e nossas palavras fluem através de toda a vida, na Terra e em qualquer outro lugar.

Não há um final para nós ou um começo, mas um fluxo contínuo de vida,
mudando de forma várias vezes.

Estamos continuamente aperfeiçoando nossa forma em cada e toda viagem, seja como um elemento, vegetal, animal, ser humano, estrela ou galáxia.

Nós deliberadamente desafiamos a nós mesmos a nos tornarmos tudo o que pudermos ser.

Não há falhas neste tipo de existência, somente evolução.

Você está num momento de nascimento
de si mesmo dentro de uma luz maior, em uma oitava diferente de verdade.

Conforme você se acomoda no ventre do não-tempo, não-espaço, você tenta se expandir, mas as paredes da ilusão o mantém confinado numa prisão invisível.

Você força, força, mas não é capaz de se expandir para dentro da vastidão na qual inatamente você sabe estar.

Quando uma criança está no útero materno, o espírito da criança tem a capacidade de ultrapassar as limitações físicas do útero, ladeando a vida de seus pais, atingindo o passado e o futuro, superando espaço e tempo.

Sua vida é semelhante à da criança que está sendo gerada.

Você sente limitações, como se as paredes de sua vida se tornassem mais e mais íngremes cada vez que você tentasse escalá-las.

Você geme, resmunga, reclama de como as limitações se tornam mais e mais revigoradas.

Você tem as mesmas capacidades inatas que o nasciturno.

Você está vivendo nesta dimensão da matéria e também está vivendo em espírito na luz numa infinidade de níveis.

Seu corpo parece limitado e vulnerável,
ainda que o espírito e o poder da luz que habita esse veículo tenham recursos magníficos e intermináveis.

Você entra em um tempo prometido onde a percepção limitada de sua humanidade se funde com o vasto e onisciente Espírito de Luz.

Vindo juntos imersos e então emergindo em algo muito maior.

Você sente no fundo do seu ser que, se tentasse, você poderia voar.

Então, você dá outra olhada para si mesmo e vê apenas o reflexo da densidade e da limitação humana.

No entanto, no seu coração você sabe que pode voar passadas todas essas limitações terrenas.

Parece que não há saída!

Mantém-se confinado na prisão do seu próprio pensamento.

Um dia, repentinamente, uma pequena luz aparece no horizonte.

Seu coração acelera com as possibilidades, conforme a ilusão da limitação começa a desmoronar a frente dos seus olhos.

Você agora está vendo aquele pequeno ponto de luz mostrando-lhe a saída, o caminho para cima e o caminho para casa.

"Como eu vou passar por esta pequena abertura"?

Você tem que adentrar num tempo de rendição!

Entregar suas limitações para a centelha divina dentro de si.

Entregar-se é aceitar o processo divino,
que conhece todos os seus caprichos e necessidades antes mesmo que você os deseje.

É confiar!

É saber o que é verdade, quando tudo mais reflete ilusão.

O caminho é estreito apenas na mente humana, não na mente de Deus.

Na mente de Deus ele é grande o bastante para direcionar todas os seus futuros passos pela Terra.

É um tempo de se entregar e confiar em seu processo.

Você sente que deve tentar, ou perece no processo.

Sua Alma o empurra para uma Luz Maior...
Você recua e volta, dizendo:

Não, eu não consigo passar,
Não, eu não posso saltar,
Não, eu não posso voar,
NÃO, EU NÃO POSSO!

O Espírito diz:

"Você pode, você deve, ou você vai perecer."

A Terra está em um portal de escolha, haverá uma decisão tomada pela consciência de massa.

Todas as criaturas de Deus se sentam sobre este portal de decisão.

Tudo na vida está "na decisão".

Como atingimos um ápice neste nível de evolução, começamos a perceber exatamente quais os efeitos que nossas palavras, pensamentos e medos têm sobre este ponto da virada da humanidade.

Nós falamos de forma anárquica, nós criamos por capricho, e profetizamos sem medo.

Nós falamos como se nossas palavras não significassem algo ruim.

As vemos apenas como palavras e não percebemos que mundos foram criados
por uma palavra, um pensamento, um decreto.

Não vemos o poder que temos à nossa disposição, para destruir tudo ou criar uma utopia, um paraíso, um céu na Terra.

Sabotamos nossas próprias vidas, nossas finanças, nossa saúde, nossos casamentos e nossos futuros.

Cada pensamento que você tem está vivo.

Cada palavra que você fala é nascida para a existência.

Você a liberta de seu domínio interno.

Assim como deixar um gênio fora de uma garrafa, as suas palavras, seus pensamentos esperam pelo seu comando para entrar no mundo da matéria e fazer o que fazem melhor: Criar!

Toda a criação é por você, para você e através de você!

O tempo entre o pensamento e a manifestação fica cada vez mais curto,
forçando a atenção de todos para dentro do corredor espelhado da responsabilidade.

É lá que os reflexos gritam:
"Olhe o que você criou, olha o que você fez nascer!"

Nós nos damos dons mágicos incríveis a cada minuto de cada dia apenas pelas palavras que falamos.

Ninguém está lá fora para nos pegar, nada está lá fora para nos destruir, cada situação é de nossa própria criação, uma criação divina, uma ferramenta para escoltar-nos até um lugar mais alto do conhecimento.

Nós não fazemos isso apenas como indivíduos, mas como países, famílias, continentes, e também como um mundo.

Tantas oportunidades para aprender, e evoluir, e amar.

São como crianças brincando com armas nucleares, não conhecendo o poder do instrumento à mão.

Fazemos o melhor para cumprir a antiga e bíblica profecia.

Acreditando de alguma forma que aqueles do passado sabiam mais do que nós.

Se essas mesmas pessoas profetizassem hoje nós os zombaríamos como excêntricos, ou membros de seita.

Não honrando além de palavras, ou além de medos.

O mundo é externo, mas reflete nossos pensamentos e diálogos internos.

A vida não é algo que acontece para nós, é algo que nós criamos, continuamente.

Sabendo que nós podemos e coletivamente criarmos tudo e qualquer coisa, vamos nos ocupar e criar um mundo de amor, de paz, de alegria.

Onde toda criança vai para a cama de barriga cheia, e cada sem-teto troca sua casa de papelão por um verdadeiro lar.

Vamos olhar para o nosso mundo-copo
como estando sempre cheio em vez de meio vazio e indiferente.

Toda vitalidade responde a seus pensamentos e desejos, especialmente um pensamento casual, ou decreto.

Sabendo quão poderosas nossas palavras são 24 horas por dia por toda a eternidade, coloque um pouco de controle nas brincadeiras.

O que podemos dizer, mesmo de brincadeira, repercutirá através de todo o espaço e tempo.

O que nós decretamos para o outro nós presenteamos a nós mesmos.

Nossas raivas, nossos medos, nossos ciúmes estão ganhando vida e nos cutucando de volta para chamar nossa atenção.

Conforme você ama, você atrai.

Você está hoje onde seus pensamentos o trouxeram, você irá amanhã para onde seus pensamentos o levarem.

Você não pode escapar ao resultado de seus pensamentos, mas você pode suportar e aprender, aceitar e ser feliz.

Você vai perceber a visão do seu coração, não o desejo ocioso.

Você vai gravitar em direção ao que você mais ama secretamente.

Em suas mãos serão colocados os resultados exatos que você merece, nada mais, nada menos.

Qualquer que seja seu ambiente atual, você derrubará, manterá ou elevará com os seus pensamentos... sua visão... seu ideal.
*
Autoria:
Aylla Harard
Guaratinguetá-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SinapsesLinks
Seja bem-vindo!
Muito obrigado por seu comentário.
sinapseslinks@gmail.com