18 de jun de 2010

Ego

*





























Ego

Estive pesquisando sobre o ego e vai aqui algumas considerações.

Freud

Na teoria do Dr. Freud, o ego é a instância psíquica mediadora nas relações do nosso mundo interno (subjetivo) com o mundo externo (objetivo). Por isto, diz-se que o ego traduz o princípio de realidade, diferentemente do princípio do prazer, próprio do "id".

Um ego desestruturado é aquele que não consegue equilibrar o princípio do prazer + o princípio do dever (id + superego) a ponto de conseguir construir habilidades necessárias para a vida social, no princípio de realidade.

Jung

O rompimento de Jung com Freud, entretanto, acaba por trazer ao mundo um grande benefício. Jung teve que alçar vôo sozinho em busca de respostas para si mesmo e, de certa forma, para provar que suas idéias eram válidas e as de Freud tinham valores parciais, mergulhou no mais profundo de sua alma, conectou-se com seu inconsciente e buscou lá inspiração e coragem parar mudar a face da psicologia.

Para Jung, o Ego é um complexo; o “complexo do ego”. Diz ele, sobre o Ego:

“É um dado complexo formado primeiramente por uma percepção geral de nosso corpo e existência e, a seguir, pelos registros de nossa memória.
Todos temos uma certa idéia de já termos existido, quer dizer, de nossa vida em épocas passadas; todos acumulamos uma longa série de recordações. Esses dois fatores são os principais componentes do ego, que nos possibilitam considerá-lo como um complexo de fatos psíquicos.”

O complexo do ego, entretanto, é diferente dos outros complexos, porque se impõe como centro da consciência e atrai para si os demais conteúdos conscientes, visa também, mais do que outro complexo, a totalidade.

**********************************

Depois de ter lido as duas opiniões conclui que o ego faz parte do nosso Espírito.

Portanto, as reminiscências de vidas passadas que ficam em nossas mentes (espírito) é que nos traz o orgulho e a vaidade do que já vivemos e inconscientemente isso fica impregnado na vida atual não permitindo que nos conformemos em ter que viver a atual existência esquecidos de vidas anteriores.

Pois se a elevação consiste justamente no esquecimento anterior para valorizar as conquistas da vida atual, é preciso parar e pensar.

As experiências das vidas anteriores estão lá guardadas. Temos que aceitar que faltam alguns setores ainda para crescermos para depois haver a união de tudo e sermos considerados evoluídos.

Por enquanto precisamos nos esforçar nas partes que ainda não amadurecemos e ter consciência que não adianta evoluir intelectualmente e não evoluir em Amor ao Próximo.

Aprendi muito com este estudo.

Espero que eu possa ter te ajudado de alguma maneira.

Que Jesus nos abençõe.

Beijos da Amiga de sempre

Ana
*
Autora:
Ana Joaquina Andrade
São Paulo-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*
Amigo visitante:
Você é convidado a opinar sobre este assunto.
Por favor, escreva-me:
Leal
sinapseslinks@gmail.com
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SinapsesLinks
Seja bem-vindo!
Muito obrigado por seu comentário.
sinapseslinks@gmail.com